NOTÍCIAS
2016 :
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11  
 
POLICIAIS ESPANHÓIS VÊM NOVAMENTE AO BRASIL PARA PROMOVER IMPORTANTE EVENTO
 A exemplo do que fizeram no ano de 2014 (I Jornada), entidades de policiais espanhóis, INCLUÍDA A IPA de PENEDES GARRAF, promoverão no Rio de Janeiro, de 17 a 27 de abril, na sede do BOPE, um curso de especialização, com uso de drones e localizadores de pessoas, para os policiais daquela unidade da Polícia carioca. A IPA Brasil figura como anfitriã e acompanhará os 21 visitantes. No encerramento do curso, dia 24/4, serão condecoradas altas autoridades, como o governador do Estado, o comandante do Comando Militar do Leste, o Secretário da Segurança Pública, o comandante da Polícia Militar, o coordenador do CIOPE e o comandante do BOPE.                                                                                           

A Delegação espanhola é chefiada pelo Tenente-Coronel Bruno Alonso, da AREVOC, tendo como subcomandante o nosso amigo Tenente- Aviador Manuel Carlos Dominguez Leite, Ajudante de Ordem do Embaixador do Brasil em Barcelona e que visita a IPA Brasileira com frequência.
 

A IPA, pelo seu presidente, sente-se lisonjeada e agradece o recebimento das duas valiosas obras acima reproduzidas. A primeira, da Academia Guarulhense de Letras, através do dileto Amigo Dr. Bismael Batista de Moraes, Delegado de Polícia e Professor da Academia de Polícia e a segunda,  Coletânea Poética Brasil - Portugal, das mãos do renomado artista plástico Eduardo Brodowiski. Ambas ficarão à disposição dos associados em nossa biblioteca. Aos diletos Amigos Dr. Bismael e Brodowiski, os nossos sinceros agradecimentos.

CIBERCRIME – o crime utilizando a mídia digital

De 31 de agosto a 04 de setembro

O seminário transmitirá aos participantes o conhecimento sobre as atividades criminosas no ciberespaço; auxiliará na identificação, avaliação dos riscos e perigos. Apresentará vários formatos das atividades criminosas e o uso ilegal dos meios de comunicação digital. Serão discutidos os meios de investigação, prevenção e   instauração de processo.

Ministrado em Inglês, sem  tradução, mínimo 15, máximo 38 participantes.

Taxa do seminário 365,00 Euros / Para membros da IPA 285,00 Euros.

                                                             Programa do seminário 

ASSOCIADOS DA IPA RECEBEM A COMENDA DA “ORDEM DO MÉRITO”

     Consoante matéria contida na edição de dezembro de 2014, do jornal Folha do SERVIDOR PÚBLICO, os nossos Associados, Dr. LUIZ CARLOS PIRES, Delegado de Polícia e Professor da Academia de Polícia e RENATO DEL MOURA, Escrivão de Polícia, foram agraciados com a Medalha da Ordem do Mérito.

      A concorrida solenidade de condecoração teve lugar no auditório da Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo  –a maior entidade do gênero na América Latina–  e que é presidida pelo nosso dileto amigo Dr. Antonio Carlos Duarte Moreira.  Entre os presentes estavam o vice-almirante Liseo Zamprônio, comandante do 8º Distrito Naval e o deputado federal Arnaldo Faria de Sá, além de outras autoridades das três esferas de governo.

     O Dr. Luiz Carlos e o colega Renato receberam a comenda no grau de “Grande Oficial”.

     A “IPA”, pelo seu presidente, diretores e associados, se congratula com os diletos homenageados, que há anos honram seu quadro de associados.

DR. ALBERTO ANGERAMI, ASSOCIADO DA IPA, É O NOVO DIRETOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO – DENATRAN

Por ato do ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, publicado no Diário Oficial do dia 9/2/2015, o Delegado de Polícia de Classe Especial ALBERTO ANGERAMI , que encerrou sua carreira na Polícia Civil de São Paulo no cargo de Delegado Geral Adjunto, foi agora nomeado presidente do Departamento Nacional de Trânsito – DENATRAN.

Depois de aposentado, o Dr. Angerami passou a exercer um cargo na administração pública municipal, sendo agora guindado à direção máxima do trânsito no país.

Dr. Angerami é associado da Seção Regional da IPA em São Paulo desde o dia . A ele desejamos uma feliz e profícua gestão à frente do importante Departamento.

A Diretoria

VITIMOLOGIA
CHARLIE HEBDO: TRAGÉDIA ANUNCIADA
Carlos Alberto Marchi de Queiroz

O mundo está chocado com a ação terrorista realizada por três franco-argelinos contra a revista Charlie Hebdo.
O golpe de mão que ceifou a vida de doze pessoas e produziu lesões corporais em outras dez, tingiu de sangue as redações midiáticas de todos os países.
O que teria levado jovens fanáticos, um deles em liberdade condicional por terrorismo, a empreender o tresloucado ato que matou dois agentes da Polícia Nacional, um deles muçulmano?
É preciso lembrar que, na segunda metade do século 20, criminólogos passaram a estudar o comportamento das vítimas em crimes de sangue, sob os pontos de vista psicológico, social, econômico e jurídico.
Benjamin Mendelsohn, advogado em Jerusalém, foi o primeiro a examinar o comportamento da vítima na criminogênese.
Em 1974, o professor espanhol, de origem judaica, Israel Drapkin, publicou o livro “Vitimologia”. O título da obra acabou por dar nome a esse ramo da Criminologia.
A partir daí, os códigos penais ocidentais passaram a permitir que juízes , em suas sentenças, pudessem considerar o comportamento da vítima na etiologia do delito, antes da aplicação da pena.
O Código Penal de 1940, reformado em 1984, incorporou os ensinamentos de Mendelsohn e de Drapkin, permitindo, no artigo 59, ao magistrado levar em consideração o comportamento da vítima no resultado final.
A imprensa, logo após o 7 de janeiro, acontecido no 11º distrito de Paris, passou a noticiar que os cartunistas mortos eram veteranos militantes do humor gráfico, fazendo lembrar, nas devidas proporções, a equipe de “O Pasquim”, que acossou, com sucesso, os governos militares.
O “Charlie Hebdo”, de linha mais ácida que seu concorrente “Le Canard Enchainé”, oferece charges produzindo a possibilidade do leitor exercitar, em sua plenitude, o brocardo romano “ridendo castigat mores”que, pelo riso, recomenda a correção dos costumes.
Todavia, para compreender o ocorrido, é preciso entender a realidade sócio-política francesa, onde a liberdade, a igualdade e a fraternidade encontram-se distanciadas do lema da Revolução Francesa.
Todos que visitam a França, de olhos abertos para sua realidade social, verificam que ela vive as terríveis consequências da política colonial, na África, no Sudeste Asiático e nas Antilhas.
Suas cidades, inclusive Paris, atormentadas pelo trânsito infernal, e pelo lixo, acolhem, com usos e costumes, mesquitas, templos e santuários, legiões de antigos colonos que podem viver na Metrópole, como franceses,como mão de obra não especializada.
Apesar de ser acolhedora, a França comporta-se, reservada e cerimoniosamente, em relação àquelas nacionalidades. Os leitores lembram-se da crise, ocorrida durante o governo Sarkozy, filho de húngaros, em razão de cercear o uso de véus, o chador, pelas mulheres islâmicas. Também, dos misteriosos incêndios de automóveis na periferia parisiense.
Estrangeiros que visitam a França, livres das amarras linguísticas e do controle dos guias, notam o distanciamento dos franceses, disfarçado por um suposto orgulho nacional. Até mesmo descendentes de colonos, retornados principalmente da Argélia, após a guerra da independência, são chamados, depreciativamente, de pieds noirs, pés pretos. Napoleão Bonaparte, nascido na Córsega, era tratado pelos colegas da Academia Militar de Brienne como “La Paille au Nez”, aquele que tem palha no nariz.
O “Charlie Hebdo”, ao exercer seu direito constitucional de expressão, cujo editor encontrava-se sob proteção policial, desde o atentado a bomba sofrido quatro anos antes, não poupa, em suas charges, de forma contundente, expoentes cristãos, judeus e muçulmanos.
Edições da revista estamparam em suas capas a Virgem Maria, em trabalho de parto, dando a luz ao Menino Jesus, o papa Francisco, no Rio, vestido de cabrocha, o profeta Maomé, em situações inusitadas, assim como figuras históricas judaicas em comportamentos incomuns, desconsiderando valores cristãos, judeus e muçulmanos, de pesos diferentes, cuja, tolerância religiosa é tão flagrante quanto o azeite na água.
Talvez aí esteja a explicação vitimológica da tragédia. A intolerância religiosa não pode nunca se sobrepor à liberdade de expressão. Mas, é preciso lembrar, sempre, antiga lição da Medicina: o que distingue o remédio do veneno é a dose.
Carlos Alberto Marchi de Queiroz é professor da Academia de Polícia e sócio da IPA
 

1ª JORNADA DE PERÍCIAS CRIMINAIS E MEDICINA LEGAL, NA “OAB-SP”

DIA 4/10/2014 (SÁBADO), ÀS 10 HS, NA OAB-SP

Através da nossa associada, Dra. Eliane Baruch, Perita Criminal do Núcleo de Balística do Instituto de Criminalística, da SPTC, recebemos o CONVITE , extensivo a todos os policiais, estudantes e estudiosos interessados, para a   1ª Jornada de Perícias Criminais e Medicina Legal, dia 4/10/2014 (sábado), no auditório da OAB-SP, sito à Praça da Sé, 385, Centro São Paulo. O primeiro Painel – Perícias em Armas de Fogo, terá início às 10 horas e será desenvolvido pela Perita Criminal Dra. ELIANE BARUCH , Perita Criminal no Núcleo de Balística do Instituto de Criminalística do Estado de São Paulo; Membro Consultora Científica da C omissão de Estudos sobre Perícias Forenses da OAB SP e co-autora do livro "Ciências Forenses - Uma Introdução às Principais áreas da Criminalística Moderna".

O segundo Painel – Perícias em Lesões por Projétil de Armas de Fogo , com início às 14 horas, terá como expositor o Médico Legista Dr. CARLOS ALBERTO DE SOUZA COELHO, Mestre em Medicina legal pelo Instituto Oscar Freire pela Faculdade de Medicina da USP; Diretor Técnico do Instituto Médico Legal do Estado de São Paulo - 2000 à 2011; Médico do Trabalho pela Fundacentro; Professor de Medicina Legal na Academia de Policia Civil do Estado de São Paulo - ACADEPOL.

INFORMAÇÕES/INSCRIÇÕES: Sede da OAB-SP, mediante a doação de uma lata ou pacote de leite integral em pó, 400 g, no ato da inscrição.

Jarim Lopes Roseira

Presidente da IPA-SP / Brasil

A IPA, recebeu e transmite
  ABAIXO,  FOTOS DA 39º CONFERÊNCIA DO IEC(CONSELHO EXECUTIVO INTERNACIONAL) DA IPA
Presidente da IPA Brasil, Dr. Jarim Lopes Roseira
  Da esq para dir. Carlos Fernando Velásquez Salazar ,do Peru, Jose Luis Giacometti, da Argentina, Olga Birkina, da Russia e demais membros da IPA Mundial.
Membro da IPA Russia, Olga Birkina e Carlos Velasques, do Peru

Para o conhecimento dos associados e amigos, reproduzimos abaixo o ofício que nos foi remetido pelo excelentíssimo Sr. Delegado Geral de Polícia.

INTERNATIONAL YOUTH GATHERING

IPA France from 19 July – 2 August 2014

Reunião Internacional de jovens, IPA França, de 19 de julho a 2 de agosto, 2014

Os grupos foram divididos em 6, cada grupo liderando uma especialidade: Perito em DNA, crime cibernético, forças de segurança ou choques. Todos levam consigo uma nova técnica pericial. Tornaram-se instrutores de jovens através da ternura e afeição.

Isto é o que o coordenador de atividades culturais e intérprete Jean Pierre Sepieter, escreveu após a assembléia. Um extraordinário desafio!  Imagine recepcionar um grupo de 64 jovens de 28 nações diferentes, para um período de duas semanas agitadas, explorando nossa herença Francesa. Oriundos da Europa, Ásia e América Latina, com Carol, de Lima, conhecendo Emerson de Toronto, Alexis de Albi(comuna Francesa) e Or de Israel. Nasceu uma nova comunidade. Nacionalidade e cultura diversas, um mosaico de estilos e talentos juntos para 2 semanas de descobertas. Sou voluntário servindo na IPA Seção Francesa e outora membro de uma ONG na UNESCO. Em virtude da minha experiência, fui convidado a tornar me o intérprete oficial para o Inglês, a todos os nossos visitantes. Nosso Ministro do Interior permitiu nos um picnic no gramado dos fundos da residência ministerial, Beauvau. Conhecemos os salões de recepção e até mesmo as celas e a casamata utilizada pela Gestapo na segunda guerra mundial.

DIRETORES DA IPA SÃO HOMENAGEADOS NA CÂMARA

Registramos, com grande satisfação, que em sessão solene na Câmara Municipal de São Paulo, realizada no dia 25/8/2014, pela Mesa da edilidade em conjunto com a Academia de Ciências e Letras dos Delegados de Polícia, os diretores da IPA (International Police Association), Dr. Haroldo Ferreira (1º Vice presidente) e Dra. Maria Solange Ferreira Xavier (1ª Secretária), que também são membros da ACADPESP, foram alvo de significativa homenagem por parte dos presidentes José Américo (Câmara Municipal) e Carlos Noël de Melo (ACADPESP).

Outras personalidades, em sua maioria policiais, também foram homenageadas, merecendo destaque os ex-delegados gerais de Polícia Drs. Antonio Carlos de Castro Machado e José Oswaldo Pereira Vieira e o filho deste, Oscar Vilhena Vieira, renomado cientista político e diretor da Fundação Getúlio Vargas.

A presidência da IPA, representada no ato, se congratula com os ilustres homenageados, especialmente com os seus dedicados e diletos diretores. Parabéns!

A Diretoria

DELEGAÇÃO DA IPA BRASILEIRA VIAJARÁ PARA A ALEMANHA, ONDE PARTICIPARÁ DA 39ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DA ENTIDADE A SE REALIZAR DE 2 A 7 DE SETEMBRO DE 2014

Nesta segunda-feira, dia 1º de setembro, estarão embarcando para a cidade Potsdam, na Alemanha, o presidente Jarim Lopes Roseira (Delegado) e a Secretária-Geral Rina Ricci Cagnacci (Observadora), compondo a Delegação Brasileira que atuará ao lado das representações dos demais 63 países que integram a entidade. O segundo Observador brasileiro inscrito, Dr. Roberto Faria Duarte, não poderá comparecer por ter revertido ao serviço ativo e assumido a titularidade da Delegacia de Coronel Sapucaia (MS).

As conferências internacionais da IPA se realizam anualmente, sempre com a presença de todos os 64 países, quando são discutidas questões de ordem interna da Associação e outras de interesse da categoria policial de todo o mundo. Neste ano a pauta é composta de 72 itens, que serão analisados e decididos em cinco dias de intenso trabalho.

Convém destacar que a Alemanha, que conta com 250 mil policiais, é o país colocado em primeiro lugar no ranking de associados, com 57.000, seguido da România, com 51.000. Também é na Alemanha que a IPA tem a sua “academia de polícia”, no castelo de Gimborn, na cidade de Colônia, onde são realizados cursos, conferências e eventos para associados, durante todo o ano. Neste ano de 2014, um associado da IPA brasileira, o Inspetor da GCM Ivair Cantelli de Oliveira, foi selecionado e recebeu uma bolsa de estudos no valor de 2.500 Euros, para participar de um curso de especialização policial. A seleção para a bolsa é feita a cada ano, sendo reservadas duas vagas para cada um dos cinco continentes.

Espera-se que nesta 39ª Conferência sejam decididas medidas que contribuam para tornar a IPA cada vez maior, superando os seus atuais 402 mil associados e as suas 67 Casas IPA espalhadas pelos 64 países integrantes. Uma delas está em Campo Grande – MS, no Brasil.

A Diretoria deseja aos integrantes da Delegação Brasileira, boa sorte e excelente desempenho.

HYMN OF THE INTERNATIONAL POLICE ASSOCIATION

Words: Pierre-Marie GUILLEMOT
Music: Alfred COUAT

FRENCH VERSION
Servo per Amikeco - Servir par l'Amitié 
I II III
Un flambeau d'amitié,
Au-dessus des frontières,
Pour chaque policier
Rayonné comme un soleil,
Et sur tous les pays,
Se répand la lumière
Dans l'infini
D'un même ciel.
(Au refrain.)
Nous avons en commun
L'amour dé la justice
Et nous tendons la main
A tous ses défenseurs
Pour célébrer le nom
Et le grand sacrifice
De ceux qui sont
Morts dans l'honneur.
(Au refrain)
Gloire à tous nos amis
Que le devoir suprême
Trouve toujours unis,
Sans crainte du danger,
Servant au premier rang
Et s'exposant eux-mêmes
En protégeant
La liberté.
(Au refrain.)
REFRAIN
Au service du Bien,
Chevaliers de la Paix,
Rendons notre mission plus [belle
Dans le cœur de chacun,
La devise éternelle
Sera : « Servir par l'Amitié ».
ENGLISH VERSION
Servo per Amikeco - Through friendship
1st Verse   2nd Verse  3rd Verse
The Torch of friendship
Across borders
For each policeman
Glitters like a sunshine,
And all over the countries
Its light spreads
In the infinite
Of the same sky(chorus)
We have in common
The love of justice
And we hold out our hands
To all its defenders
To celebrate the name,
And the great sacrifice
Of those who died
In honour. (chorus)
Glory to all our friends
That the supreme task
Always find united
Fearless of danger,
Serving on the front place,
Imperilling their lives
To protect liberty. (chorus)
- Chorus -
In the service of the right,
Knights of the peace,
Let us make our mission beautiful
In the heart of each one,
The eternal motto
Will be "Through friendship".
GERMAN VERSION
Servo per Amikeco - DURCH FREUNDSCHAFT DIENEN
I II III
Der Freundschaft helles Licht
für jeden Polizeimann
durch alle Grenzen bricht
Es glänzt gleich der Sonne
als Pfand der Einigkeit
und ergiesst sich in die
Unendlichkeit
der grossen Welt
Zusammen teilen wir
Liebe Azur Gerechtigkeit
die Hände reichen wir
ihren Verteidigern
Wir feiern die Namen
derer die im Dienst ums
Leben kamen
In aller Ehr
Denen die ihr Leben
ohne Furcht vor der Gefahr
für den Nächsten geben
die in erster Reibe
erfüllen ihre Pflicht
zur Freiheit Schutz Werden
hier verherrlicht
mit Ehr und Ruhm
REFRAIN
Im Dienste des Besten
Edle Friedensritter
gestaltet schöner den Beruf
und in aller Herzen
ein heller Freudenruf
Durch Freundschaft wollen wir dienen

IPA March - new recording 2008 (WMA)

Hymne IPA - sung in French - rec 29-11-10 (MP3)

 
 


 
Com este título, o Professor Carlos Alberto Marchi de Queiroz trouxe a lume uma obra de grande valor, contendo uma visão histórica da instituição policial civil, desde a sua criação até os dias atuais, com reflexos na Polícia Judiciária Brasileira. Veja mais >>
Obra de autoria do Dr. José Guilherme Raymundo, Delegado de Polícia aposentado, sócio da IPA, ex-Inspetor da Guarda Civil do Estado de São Paulo, ex-Inspetor Chefe de Agrupamento da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo e ex-Comandante da Guarda Civil de Guarulhos.

No livro o autor presta uma justa homenagem às Guardas Civis Municipais do Brasil, corporações que a cada dia conquistam a admiração e o respeito do povo brasileiro.
 
Web Master

Admin