Crônica
 
A crônica do Dr. Paulo Eduardo

São Paulo, 06 de maio de 2011.

Meus caros amigos e amigas, internautas, depois que o STF, determinou que o processo da Ficha Limpa, só terá valor a partir da próxima eleição, fiquei pensando, em que, as Excelências de nosso digno poder Judiciário, haviam se baseado para tomarem tal decisão !!!!

Hoje pego o jornal, e leio a manchete que o STF, aprova a união estável de “gays”.

Meus amigos e amigas, não precisa dizer mais nada, chegamos no fundo do poço.

1-A grande corrupção dos poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário.

2-Nossa presidente, cantando vitória, deixando a Polícia Federal, sem condições de policiar nossa ponte de passagem com o Uruguai, entrando armas e drogas, através de moto –boys.

3-Nossa fronteira está totalmente desguarnecida, onde entram drogas e armas, e nosso glorioso Exercito, Marinha e Aeronáutica, o que fazem!!!

4-Nossa polícia, dividida, Civil e Militar, temos Guarda Civil, comandada por militares, Bombeiros, que fazem todo serviço, até parto em viaturas, enfrentam todo e qualquer perigo e problemas que apareçam, mas também são declarados, policiais militares, aliás o alto comando dos Bombeiros, certa ocasião, quis desfilar-se do militarismo, mas foi vencido. Temos a Polícia Rodoviária Federal, mas temos também a Polícia Rodoviária Militar.

Já fiz um artigo a este respeito, que mandei para o deputado federal Carlos Sampaio, sugerindo que acabasse com a Polícia Civil, e fizesse tudo militar.

Juiz,promotor,delegado,senadores, deputados, vereadores, prefeitos e governadores, tudo militar, todos fazendo continência, uns para o outro, que maravilha !!!!!

Mas, continuando com as nossas descrições, políticas, estamos numa época maravilhosa com nossos presidente, governador e prefeito, Dilma, Alkmin e Kassab.

Já pensaram na bolsa família dos presos ?, trabalhar, nem pensar, pessoas morrendo nas entradas dos hospitais ? acabar com a pobreza, com Cr$70,00, de ajuda !!!!

Não preciso falar mais nada, todos vocês lêem jornal e tomam ciência do que ocorre em nosso país.

Por esta razão, que nosso título ELEITORAL, está valendo uma nota.

Não quero dinheiro, nem emprego, nem sapato, para votar, quero que o candidato, tenha além de uma FICHA LIMPA, tenha feito algum projeto, alguma lei que nos de garantia de vida e de trabalho.

Sabem porque o Judiciário, decidiu, sobre a União Estável Gay, porque o congresso, a mais de dês (10) anos, estão discutindo o processo e não decidem.

É função do legislativo, estudar e mudar a constituição, porém, quem fez foi o STF, o que a meu ver, está errado.

É função do Legislativo e de nosso governo de São Paulo, acabar com a violência, nas ruas, nos bancos, que está fora dos parâmetros.

Nosso trânsito, com tantos acidentes, foi declarado por um exper, que nossas estradas estão m uito lisas, os motorista correm demais, e se acidentam, viu quanta estultice, quanta besteira. ?

Enfim, não tenho mais esperança este nosso Brasil, tendo em vista nossa administração e tamanha corrupção.

Entendo que só temos um meio de resolver este problema, e não será o nosso governo, será nós mesmos, através de nosso VOTO. Não vamos votar em ninguém, a não ser que apareça um candidato, com uma proposta séria, por escrito, e caso não cumpra o prometido, será cassado por nós.

Caso meus queridos amigos ou amigas, internautas, tenham alguma idéia ou melhorem minhas propostas, por favor, fiquem a vontade.

Um grande abraço a todos, Paulo Eduardo dos Santos, delegado de Polícia, aposentado, advogado, OAB-117.435, RG. 1.451.086, CPF-609149638.72

Res-Avenida Cotovia, 274, apto 22-CEP-04517-000

Fone-(011)-5097-9425 – cel-(011)8555-6378.

 

 
 


 
Com este título, o Professor Carlos Alberto Marchi de Queiroz trouxe a lume uma obra de grande valor, contendo uma visão histórica da instituição policial civil, desde a sua criação até os dias atuais, com reflexos na Polícia Judiciária Brasileira. Veja mais >>
Obra de autoria do Dr. José Guilherme Raymundo, Delegado de Polícia aposentado, sócio da IPA, ex-Inspetor da Guarda Civil do Estado de São Paulo, ex-Inspetor Chefe de Agrupamento da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo e ex-Comandante da Guarda Civil de Guarulhos.

No livro o autor presta uma justa homenagem às Guardas Civis Municipais do Brasil, corporações que a cada dia conquistam a admiração e o respeito do povo brasileiro.
 
Web Master

Admin